(67) 3320-4000
gestaocomercial@cdlcg.com.br
Rua Antônio Correa, 417 - Monte Líbano - Campo Grande-MS

Sem sinalização do estado, prorrogação de impostos municipais ajuda, mas não é suficiente


Em atenção à solicitação da CDL CG – Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande e demais entidades, a Prefeitura da capital, por meio do decreto nº 14.682, prorrogou em 60 dias o prazo para o pagamento das parcelas do IPTU – Imposto Predial e Territorial e do ISSQN – Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, com vencimentos em abril de 2021.

Publicada no Diário Oficial nº 6.240, a medida considera a declaração de emergência em Saúde Pública.

De acordo com o presidente da CDL CG, Adelaido Vila é uma notícia boa, mas outras medidas precisam ser tomadas para melhorar a economia local. “Ainda estamos trabalhando para tentar manter em dia nossas dívidas, ou pelo menos amenizar as que não foram quitadas. Muitos lojistas ainda lutam para pagar os aluguéis, por exemplo, que não tiveram congelamento e muito menos redução e é uma negociação que a corda tem arrebentado para o lado mais fraco, que neste momento é do empresário, que tenta se recuperar”.

Prorrogação do vencimento

Para o IPTU, a parcela quitada até a data do novo vencimento, terá desconto de 5%. Com as novas datas, fica prorrogado até o próximo mês de junho, sempre no dia 10.

Já para o ISSQN, Simples Nacional e MEI, a 3ª parcela será 25 de abril e a última 25 de junho de 2021. Para os outros prestadores de serviços e profissionais liberais, as parcelas estão com o vencimento para todo dia 15, também encerrando no mês de junho.

 

Imagem da internet




CDL - Todos os direitos reservados Desenvolvido por EquipeA.com.br