(67) 3320-4000
gestaocomercial@cdlcg.com.br
Rua Antônio Correa, 417 - Monte Líbano - Campo Grande-MS

CDL CG, Subsecretaria da Cidadania e Subsecretaria das Mulheres lançam 16 Dias de Ativismo


A CDL Campo Grande, a Subsecretaria Especial da Cidadania e a Subsecretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres fizeram o lançamento da campanha de 16 Dias de Ativismo contra a Violência de Gênero, que é uma mobilização mundial que ocorre em mais de 160 países, nesta segunda-feira (25).

Durante o evento, a Subsecretária Especial de Políticas Públicas para as Mulheres, Giovana Vargas falou sobre a importância de levar informações sobre a violência doméstica e seu impacto no Mercado de Trabalho, debatendo a importância do papel do gestor no apoio à vítima, os tipos de violência, os mitos da violência doméstica, sinais que a mulher está sendo vítima de violência doméstica e os equipamentos de atendimentos à mulher em situação de violência.

A coordenadora da Casa Abrigo, Ana Lucia Pires, falou sobre a Casa Abrigo e seus desafios e conquistas. Já o Cel PM Dominoni, explanou sobre o programa Mulher Segura, que além de dar todo o suporte às mulheres vítimas de violência, ainda realiza capacitação dos PMs que atendem essas mulheres. A secretária adjunta de Cidadania, Tetê Trad, destacou a importância da parceria com a CDL Campo Grande.

Para encerrar a solenidade, o diretor de produtos da CDL Campo Grande, Denison Zubieta, apresentou o Mulheres Integradas CDL, uma funcionalidade do aplicativo de videomonitoramento Cidadão Integrado CDL, voltada exclusivamente para mulheres e que será oferecido gratuitamente às mulheres vítimas de violência com medidas protetivas. Conforme a demonstração de Denison, esta funcionalidade estará integrada à PM, garantindo mais agilidade no atendimento às mulheres.

16 Dias de Ativismo

Os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma campanha anual e internacional que começa no dia 25 de novembro, Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, e vai até 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

No Brasil, a mobilização abrange o período de 20 de novembro a 10 de dezembro.

Foi iniciada por ativistas no Instituto de Liderança Global das Mulheres, em 1991, e continua a ser coordenada anualmente pelo Centro para Liderança Global das Mulheres. É uma estratégia de mobilização de indivíduos e organizações, em todo o mundo, para engajamento na prevenção e na eliminação da violência contra as mulheres e meninas.

Em apoio a esta iniciativa da sociedade civil, a campanha do Secretário-Geral da ONU “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres até 2030” pede ações globais para aumentar a conscientização, estimular os esforços de defesa e compartilhar conhecimentos e inovações. Tem liderança do secretário-geral da ONU, António Guterres.

Em 2019, a campanha da UNA-SE marcará os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, de 25 de novembro a 10 de dezembro, sob o tema: ‘’Pinte o mundo de laranja: geração igualdade contra o estupro!”

 

Confira as imagens 




CDL - Todos os direitos reservados Desenvolvido por EquipeA.com.br